Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

26
Fev19

Book Store #374

twilight_pr

As Crónicas de Nárnia: O Príncipe Caspian

O Príncipe Caspian.jpg

Autoria de C.S.Lewis.

Depois de ter lido o primeiro livro da saga (pelo menos de forma cronológica) acabei por seguir à leitura do segundo livro do mesmo. Achei que faria mais sentido e pelo menos lia os dois livros que eram os necessários para uma das partes da matéria para uma das cadeiras.

O livro relata o que aconteceu quando os quatro irmãos acabam por voltar para Nárnia um ano depois de terem saído de lá. Os quatro irmãos acabam por não estar propriamente na melhor das suas vidas. No primeiro livro acabamos por ver logo no início a forma como se separaram da família por causa da guerra, neste segundo os quatro irmãos desta vez acabam por se ver a separar quando estão a entrar todos na escola. Edmund e Peter a irem para a escola de rapazes e Lucy e Susan também a irem para outra escola apenas de raparigas. Lucy a ir especialmente para o início da sua escolaridade.

Continuando, os quatro irmãos ao voltarem para Nárnia acabam por ver ruínas e uma das coisas que os acaba por estranhar ainda mais é que os animais não falam e muito menos as árvores. Parecia que tudo tinha sido um sonho. Ao mesmo lado, temos Caspian que foge do castelo para poder realmente procurar quem lhe ajudasse a recuperar o trono que era dele por direito e tentasse restaurar Nárnia antiga.

Daquela forma, Caspian acaba por se encontrar com anões e seres falantes. Um dos anões acaba por ser aquele que acaba por ir falar com os quatro irmãos, que quando Caspian toca a trompeta de Susan os irmãos acabam por voltar para Nárnia. Caspian quando os vê finalmente entende que afinal as lendas eram reais e com eles lá, entende que poderá de certa forma voltar a restaurar Nárnia.

Todo o livro acaba por abordar o ponto dos quatro irmãos e de como eles acabam por sentir todo aquele mundo como tinham sentido há um ano atrás.

Um dos pontos que eu acho bastante importante reforçar é a questão de tempo que já foi falado no primeiro volume. Por exemplo, no primeiro livro Lucy passa horas a falar com Mr. Tumnus e quando volta para a terra entende que afinal passaram um ou dois minutos. Neste capítulo através dessas mudanças de tempo, acabamos por entender que neste segundo se horas eram minutos, a forma como mudou as coisas através de um ano.  Um ano na Terra acabou por significar séculos em Nárnia.

Achei isso mesmo muito interessante e isso foi um dos pontos que eu mais gostei em toda a história em si, toda a complexidade. Muito bom mesmo!

Pág. 1/14

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.