Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

30 Nov, 2020

What I Saw #172

Holidate (2020)

twilight_pr

Holidate.jpg

Parece que podemos dizer que está aberta a altura de ver filmes de natal! Pois bem, este foi dos filmes que vi (posso dizer que o vi no Halloween?) e que estava ansiosa também para falar porque acho que foi daqueles que achei muito engraço. É aquele filme engraçado que acabamos por ver no sábado à tarde e se der na Fox Life melhor ainda. No entanto, este é aquele tópico filme que acaba por sair durante esta época na Netflix e que vemos e ficamos sempre bem servidos.

O filme conta a história de duas pessoas: Sloane e Jackson.

Sloane é a dita mulher solteirona que aparece sempre sozinha nas celebrações em família. A verdade é que nenhuma relação parecia funcionar e a sua última tinha já terminado e ela simplesmente tinha aparecido sozinha. No meio disto tudo, a própria começou a sentir-se cada vez mais desmotivada quando naquele natal parecer mais uma forma de lhe dizer que ela tinha de arranjar um namorado e que ela não podia ficar sozinha para sempre. Para além de todo o enfoque na sua vida de solteira, o seu irmão mais novo tinha acabado de pedir a mão da sua namorada em casamento. Era oficial, ela era a única solteira e sem qualquer compromisso na família. Até a tia conseguia ter os seus namoricos.

Jackson é um homem solteiro e que está nos Estados Unidos e a sua família está toda na Austrália. Assim, Jackson tenta arranjar forma de ter um par para poder passar as celebrações com alguém e nunca sozinho e de forma a não haver qualquer tipo de constrangimentos. Naquele natal, o próprio foi passar o natal a casa de uma mulher que pensava ser uma pessoa mesmo fantástica. Os pais pareciam atipicamente simpáticos, mas tentou não dar muito trabalho em relação a isso a não ser o facto de saberem quem era ele e estarem já a fazer planos para o futuro.

Os dois, a 26 de dezembro, estão já no centro comercial a trocarem as prendas dadas. Sloane o pijama demasiado grande para ela comprado por 4,99 dólares oferecido pela irmã mais velha e Jackson a trocar as calças de caqui que tinham sido oferecidas pela rapariga e que não tinha acertado no número dele. No entanto, os dois acabaram por se encontrar exatamente na fila das entregas e devoluções devido às complicações do retorno do dinheiro ou da troca das peças de roupa.

Sloane e Jackson saem da loja e acabam a falar de que aquilo que vai na volta deveriam ter era um Holidate. Uma pessoa que fosse o seu par durante aquele tipo de ocasiões. Desta forma, Jackson vendo a sua vida facilitada deixa o seu contacto com a própria e vai embora continuando a sua vida. Sloane não pensa em mais nada, mas enquanto os dias passam acaba mesmo por ligar para Jackson. Marcaram o encontro para não estarem sozinhos logo na Passagem de Ano.

Conheceram-se mais e os dois entenderam que tinha uma coisa boa. O facto de poderem dizer o que podiam dizer sem esperarem que a outra pessoa ficasse ofendida. Assim, conseguiram falar e tudo mais calmamente. Quando terminou, Sloane não combinou mais nada afinal a próxima celebração seria o 14 de fevereiro, dia dos namorados, e sabia-se que ainda iria falar dois meses para tal acontecer e entretanto eles podiam ter alguém. No entanto, isso não aconteceu.

Desta forma, quando se reencontraram no próprio dia 14 de fevereiro Jackson e Sloane deixaram as coisas para trás e marcaram que dali para a frente estariam juntos em todas as festividades, quer fosse pequena ou grande como o natal.

Acho que as melhores coisas foram mesmo que eles não estava à procura de namoro entre os dois, acabaram mesmo por conseguir ter uma amizade e falarem um com o outro sem pensar mesmo em toda a questão da paixão e do amor. Eram dois amigos que se encontravam sempre nas festividades para não estarem sozinhos e dessa forma ficavam a conhecer-se sempre ainda mais.

No entanto, num abrir de fechar de olhos, já no 4 de julho, as coisas mudaram e quando se aperceberam Sloane e Jackson não estavam a ter sentimentos de apenas amigos. Já não se sabia o que estava a acontecer, mas mantiveram sempre as coisas o mais discreto possível porque, acima de tudo, eles não queria estragar o que já tinha conseguido construir.

Achei o filme muito giro. Gostei que não se focasse tanto apenas no natal e no ano novo, mas que ao mesmo tempo fosse um filme que se visse mesmo em época natalícia. Gostei da forma como eles os dois não estavam nem aí para o romance entre eles os dois e a coisa conseguiu ir evoluindo sem eles se aperceberem. Acho que foi aquilo que eu mais gostei.

Gostei especialmente do Jackson, acho que ele foi a minha personagem favorita e acho que ele tocou realmente em pontos principais em todo o filme. Sloane era uma rapariga solteira e fazia sempre questão de dizer que estava perfeitamente bem sozinha, mas estava sempre amargurada.

Acho que existe também aquele papel importante de entender e de se aceitar que não tem mal nenhum estar-se sozinha e acho que Sloane nunca o tinha feito, sinto que ela o dizia apenas para se convencer a ela própria disso mesmo porque ela não o fazia. Também sinto que Jackson entendia que grande parte das coisas que ela dizia que faria acabaria por não fazer porque a verdade era que Sloane dizia as coisas no sentido de demonstrar também aquele tipo de confiança que ela queria ter e de que ela queria poder fazer o que dizia.

Se forem daqueles que apenas começam a ver a 1 de dezembro estes filmes podem já colocar na lista, se forem como eu que antes de novembro já estava a ver, acho que também ficam muito bem servidos e que podem também meter na lista. Deixo-vos então aqui o trailer:

(Imagem retirada do imdb)

Pág. 1/16