Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

27
Jan18

Book Store #310

twilight_pr

Sedução Perigosa

Sedução Perigosa.jpg

Autoria de Jess Michaels.

 Li o livro numa tarde e pensei que seria quase tão sedutor e apaixonante como o primeiro livro, afinal a história é em relação à irmã e melhor amiga da protagonista do primeiro livro da saga. Mas acontece que as coisas são totalmente diferentes daquelas que eu pensava que iria ser.

Penelope era viúva e estava pronta a terminar com um dos grandes assuntos, como por exemplo é as amantes dos cavalheiros. Penelope andava a prejudicar a vida de vários senhores que já não conseguia ter as suas amantes por elas começarem realmente a pensar que aquilo não era o correto. Jeremy acaba por não gostar, assim como os amigos, de tudo o que está a acontecer e acaba por arranjar um plano para a seduzir e assim conseguir acabar de uma vez por todas com aquele plano de destruir os planos dos senhores de ter várias amantes para além da esposa.

Penelope é uma mulher que se sentiu demasiado retraída durante o seu curto casamento e após a morte do seu marido, não lhe interessava para nada casar de novo, mas a sedução despertava-lhe alguma coisa dentro dela. Acontece que é Jeremy que lhe aparece à frente quando ela se sente mais retraída enquanto mulher. Envolvendo-a no seu plano original os dois acabam por se apaixonar um pelo outro.

No entanto toda a história, a meu ver, foi realmente um jogo de sedução entre eles os dois e a identidade de Penelope, porque sempre que ela se rendia ao desejo acaba sempre por achar que estava a ser uma mentirosa por estar a combater tudo o que acabava por fazer com Jeremy, quando este estava disfarçado. Assim, acabei por não conseguir realmente sentir o amor que por exemplo o Jeremy sentia por ela, porque okay ele começava a pensar que talvez não fosse a melhor estratégia aquilo que queria fazer para Penelope terminar com aquela sua ideia e que estava a fazer com que os amigos não tivesse amantes, especialmente porque o próprio não parava de pensar no corpo dela, para mim era puro desejo do seu corpo.

Porém com ela, via-se perfeitamente mais o sentimento de amor, mas nele... nem por isso. Ele realmente parecia-me muito frio, nem mesmo quando admitiu que gostava dela ao cunhado de Penelope aquilo pareceu realmente algo sentido.

Poderia ter sido melhor o livro, tinha de tudo para ser uma história bombástica, especialmente porque foi escrita na época do século XIX.

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.