Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

04
Fev18

Book Store #311

twilight_pr

O Despertar da Magia

O Despertar da Magia.jpg

Autoria de George R. R. Martin.

Terminei finalmente o quarto livro da saga que se tornou até então a minha favorita (ou seja acabei a segunda metade do segundo livro). As coisas foram melhorando ao longo do livro e uma das coisas que continuo a gostar bastante na forma articulada que Martin faz as coisas é o facto de conseguir sempre lembrar-me do que aconteceu aos personagens! É algo bom, porque com a divisão feita cá em Portugal, torna-se bastante importante que os leitores se consigam lembrar do que aconteceu na primeira metade, especialmente porque com o preço ao que os livros estão, acabamos por nem poder comprar logo um par e ler os dois logo de seguida. No entanto, como afirmei, Martin consegue manter-me agarrada à história por um grande período de tempo e dessa forma conseguir lembrar-me de todos os personagens e de todas as suas ações.

Os meus personagens favoritos mantêm-se, porque não consigo não gostar do Tyrion face a tudo ao que ele já passou e à sua capacidade de agir e de conseguir lidar com tudo o que acontece no reino especialmente com a guerra que terá de travar contra Stannis Baratheon. Gosto da forma de lidar da Danerys e fiquei ainda mais contente com esta metade do segundo livro aka o quarto livro da saga, especialmente vejo mais das suas ações e a forma de pensamento dela. Uma das coisas que eu mais gostei até então dos livros e que não está na série foi o facto da nossa Dany dar tanta importância a um dragão como aos outros dois e isso na série não se vê, porque mais rapidamente vemos ela sempre debruçada sobre o nosso querido Drogon e desde sempre vemos então quem é o seu dragão preferido, se bem que até se entende um bocado, face à sua perda recente do Khal Drogo.

Ao longo dos livros tenho gostado ainda mais do Jon Snow, desde que comecei a ver a série não o achei nada de especial (daí a importância de ver a série toda do início e não começar do final como aqui a Je fez), mas no entanto ao ler os livros e a finalmente acompanhar como deve ser a série, comecei realmente a simpatizar com ele, se bem que ele não é de todo A personagem principal que eu gosto mais.

A Arya continua a ser uma das personagens femininas que eu gosto mais, especialmente pela sua força de vontade de querer fugir e de ao mesmo tempo ajudar. Gosto das menções que ela faz ao longo dos seus capítulos em relação à sua família e algo que aconteceu no passado (ou seja o início dos livros) especialmente porque ajuda igualmente uma pessoa a lembrar-se do que tem acontecido ao longo da saga.

Estou bastante surpreendida na positiva com este livro e ainda mais surpreendida com a direção e a realização da série e da forma como fizeram a batalha, porque realmente está bastante fiel ao que está no livro. Estou contente especialmente por continuarem a serem fieis aos livros e a ainda mais com as novas personagens, como por exemplo a nossa Ygritte que finalmente apareceu!

Martin mantém-se fiel aos personagens que ainda estão vivos desde o início e mesmo aqueles que morrem ele não os esquece, mas consegue evoluir cada personagem e trazendo novos ao longo de toda a história que apenas atrai mais fans ao longo dos tempos.

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.