Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

03
Ago18

Book Store #338

twilight_pr

Novos Tempos

Novos Tempos.jpg

Autoria de Nora Roberts.

A mana mais velha estava a ver as dificuldades que eu estava a ter para encontrar um livro para ler. É aquela coisa básica, tenho ainda imensos livros que ainda não li, mas parece que nunca sei o que ler e acabo sempre por cobiçar aqueles que não tenho. Enfim, é o pão nosso de cada dia.

Continuando a história, basicamente antes mesmo de ela ir embora para ir trabalhar, espetou-me um livro na cama e disse-me: Have fun for today. E eu fiquei mesmo à nora. Peguei no livro e olhei para a sinopse. Convenceu-me totalmente. 

Jacob é um homem que veio do século XXIII para os finais do século XX para poder recuperar aquilo que tinha com o seu irmão mais velho que simplesmente tinha renunciado a sua vida no futuro para ficar com quem ama no passado. Assim sendo, dois anos depois da partida do irmã mais velho, Cal, Jacob pega numa nave espacial mais equipada e mais preparada para as viagens no tempo e regressa ao passado, exatamente um ano depois do irmão estar totalmente casado e feliz com a sua mulher.

No entanto, os cálculos dão para o torto. Para além de ter chegado um ano depois, acaba por descobrir que está a meio do inverno e que está numa cabana e que nela não estão as pessoas que ele queria encontrar, no entanto, estava lá uma mulher. A irmã da esposa de Cal, Sunny. Sunny tinha ficado na cabana da irmã apenas por um único motivo: queria encontrar o silêncio para se poder encontrar a si própria e desta forma ela conseguisse realmente encontrar a sua verdadeira vocação. As coisas estavam complicadas quando se apercebeu que não iria realmente ficar sozinha e sim com um homem que parecia das cavernas por não compreender as coisas básicas do dia-a-dia do século XX. Para Jacob ou J.T era tudo diferente porque já nada daquilo se usava no século XXIII, como por exemplo, já não se queimava madeira para poder haver fogo e muito menos para se aquecer. Era algo que ele ainda não tinha entendido.

O que ambos não esperavam era que acabassem por se apaixonar. Ambos no mesmo mundo, mas com séculos a separá-los. Para Jacob, especialmente, foi bastante complicado continuar com tudo, porque sabia que mais cedo ou mais tarde ele teria de voltar para o seu mundo do seu tempo e ele sabia que a qualquer momento iria perder a melhor coisa que lhe tinha acontecido desde sempre. Acho que foi por isso que ele também entendeu realmente o que Cal, seu irmão, tinha feito dois anos antes quando decidiu ficar com a mulher e irmã de Sunny.

Um dos pontos que eu gostei bastante é que não é costume que um dos personagens acabe por se ligar ao espaço e à física e etc, e foi bastante interessante ver tanto Cal como Jacob nesse campo, porque realmente acabamos por ver outras dimensões de tudo. Aposto que deve ter sido um grande desafio para a própria Nora colocar tudo daquela forma, porque independentemente de ela escrever naves do século XXIII, acabamos sempre por fazer os mesmos procedimentos e consigo ver isso e acho fascinante.

Acho que uma das melhores coisas de sempre foi também o ponto principal do livro. A família continua a ser bastante importante e foi por isso que Cal acabou por mandar aquela mensagem na nave para que eles acabassem por descobrir o que tinha realmente acontecido com ele, porque dessa forma acabariam por ficar ligeiramente em paz consigo próprios, porque ele próprio não tinha conseguido desistir da sua miúda, porque ela sim tinha acabado por ser o porto de abrigo e era com ela que queria formar a família.

Jacob, por outro lado, tem outra forma de ver as coisas e acaba por pensar realmente nos pais e que realmente se ressentem por nunca mais terem visto o filho mais velho especialmente pela forma como tinha acontecido. No entanto, independentemente de ele saber que Cal não iria embora, porque via que eram uma família, ele tinha de voltar. Seria um enorme desgosto para os pais dele saberem que nunca tinha voltado exatamente porque se tinha apaixonado, ele tinha os meios para voltar para Sunny e portanto, ele primeiro iria querer realmente voltar para perto dos pais e contar tudo o que viu e depois voltaria para ficar com quem amasse.

A família sobrepõe-se a tudo aqui, o facto de Jacob nunca ter pensado em levar Sunny é um dos pontos que comprova isso, porque ele próprio sabe também que ela é ligada à família: aos pais e à irmã. Seria bastante egoísta da sua parte fazer com que ela fosse consigo e deixando a família para trás porque ambos queriam estar realmente juntos, não colocando a hipótese de ver de novo a família dela. Era muito doloroso

O livro foi diferente do normal e isso agradou-me bastante. Sei que existe o livro do Cal (que é o primeiro da dualogia) e vou lê-lo, tenho a certeza que Nora também me proporcionou grandes aventuras e fantásticas com o irmão mais velho e Jacob. 

1 comentário

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.