Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

23 Fev, 2020

Book Store #417

twilight_pr

Fumo na Noite

Fumo na Noite.jpg

Autoria de Nora Roberts.

O último livro que li em 2019. Este livro por acaso não é uma história independente e também não é o primeiro, mas acho que já me habituei a conseguir ler livros que não são os primeiros. Afinal, o meu primeiro livro lido na totalidade foi o segundo livro do Harry Potter, algo completamente normal.

Começando então pela história. Natalie é uma empresária de sucesso. Tem uma boa vida e tem tudo pronto para os lançamentos das suas coleções e continuar com o seu trabalho de vento em poupa, no entanto, numa noite tudo muda. Depois de vir de um jantar de negócios que se prolongou mais do que o esperado, acaba por descobrir que o seu armazém está a arder e que tudo o que tinha andando a construir tinha desaparecido.

É aqui que entra o investigador de incêndios Ryan. Ryan fica encarregue de conseguir descobrir quem anda por detrás do incêndio na empresa de Natalia, contudo, não esperava ficar interessado na vítima e muito menos que ela não ficasse amedrontada ao ponto de continuar o negócio e manter tudo previsto para o lançamento da nova coleção que tinha previsto para semanas.

No entanto, os incidentes continuam a acontecer e Ryan continua entre a investigação, controlar Natalie para ela não o pressionar e ainda conseguir fazer com que ele não caia nos seus braços. As coisas são mais complicadas do que aparentam e portanto a relação de ambos torna-se mesmo complicada de ser apenas profissional. 

Eu gostei muito do livro, acho que me deu vibes do Fumo Azul, que já li há mais tempo e que é sem dúvida um dos meus livros favoritos. Acho que me deu muitas vibes e sinceramente só me comecei mesmo a aperceber de quem era mesmo o culpado no final, parecia que tudo estava para ali a indicar e fiquei mesmo desconfiada, mas até lá não conseguia mesmo descobrir o verdadeiro culpado.

Gostei da força da Natalie, a força de ela continuar um trabalho mesmo que as coisas não estivessem a correr da melhor força, especialmente com os incêndios. Gostei muito também do Ryan, foi a personagem que eu mais gostei, porque ele era uma pessoa simples e mesmo focado a dizer o que pensava sempre e quando queria. 

Agora tenho de começar a ler os restantes três, neste caso, os três primeiros.