Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

15
Fev18

Dia dos namorados - "No Upendi, doce fruta tropical!"

twilight_pr

No dia dos namorados, a mãe saiu de casa e em menos de cinco segundos voltou a tocar. A mana mais velha abriu a porta, enquanto se preparava para ir trabalhar. Estava na sala a ler um livro e a tentar ver quando é que o próximo programa iria começar (por vezes gosto de ler com a televisão ligada como música de fundo).

De repente, oiço a mana mais velha a gritar 'pai!'. Larguei tudo, deixei cair as mantas que me tapavam e quase que escorregava por não conseguir manter as pantufas nos pés. Não querendo saber, fui para a entrada e ao chegar lá, ali estava ele abraçado à mana mais velha com um grande sorriso por ter conseguido vê-la antes de ela sair para trabalhar. Depois, olhei para a minha mãe: ela tinha aquele brilho no olhar e olhava para o meu pai. Perguntei-lhe na brincadeira se já tinha voltado da casa dos meus avós, porque aquilo sim era uma visita de médico. Ela deslocou os seus olhos castanhos brilhantes do meu pai e olhou para mim e disse:

"O meu namorado chegou a casa."

Sorri para a minha mãe e foi a minha vez de abraçar o meu pai. Ele sorriu para mim com o melhor sorriso que um pai pode fazer a uma filha ao chegar a casa e ver as demonstrações de afeto das suas três filhas e ainda ouvir as palavras da sua namorada de há 34 anos

É por eles que continuo a gostar do dia dos namorados. É mimoso e demonstram claramente que os contos de fadas existam, assim como os finais felizes.

2 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.