Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

22
Jul18

Eu fui Jardim Zoológico de Lisboa.

twilight_pr

A mana mais velha tem uma grande panca pelo Jardim Zoológico. Sei que ele é bastante mágico e bonito, mas não consigo imaginar a passar todos os dias lá dentro, acho que o meu nariz não iria aguentar e muito menos a minha carteira. Enfim, mas a mana mais ia desde 2016 e após tanto tempo acabamos por decidir que poderíamos realmente voltar, especialmente porque eu já não ia lá desde 2014. Para mim poderia haver mais diferenças especialmente porque tinha esperado quatro anos para lá voltar. 

Este post já devia ter sido feito há quase um mês, mas lembro-me que na altura eu pensava realmente que aquele animal que eu queria realmente ver eram as girafas. Não só porque são os meus animais favoritos, como também para compreender como é que aquele acidente que acabou por provocar na morte de uma dela tinha ocorrido, porque pelo que me lembrava do Jardim Zoológico, aquilo não me fazia sentido na cabeça.

Dia 30 de junho, um dia antes do meu aniversário, acabamos por ir todos. Foi toda uma excursão: eu e as manas, mais a melhor amiga da mana mais velha e ainda os nossos pais. Fomos os seis todos e fazíamos intenções de chegar lá antes de abrir e sair de lá depois de fechar. Era para aproveitar em grande para ver se mana mais velha se conseguia acalmar um pouco com a sua obsessão. 

Tinha lembranças de quando tinha ido em 2014, mas esperava aproveitar melhor, porque naquela altura estava um sol desgraçado, tinha as pernas todas vermelhas do escaldão que tinha apanhado no dia anterior e andava que parecia sei lá o quê: tudo porque não tinha conseguido colocar umas calças porque me faziam doer as pernas e a única coisa que deu resultado foram os calções que me deixavam as pernas tão à mostra que com o Sol, parecia que alguém me estava a matar.

Quando a mana mais velha me contou que normalmente por causa do sol, grande parte dos animais costuma estar a dormir e que apenas se levanta mais já no final do dia. Assim sendo, tínhamos mesmo de ver aquilo tudo até ao fim porque eu fazia intenções de ver os tigres acordados assim como os leões que estão sempre a dormir na altura em que eu estou lá!

IMG_0611.JPG

As zebras foram logo os primeiros animais que ali estavam quando entramos, uma delas até parecia que estava a posar para as pessoas todas que olhavam para elas. Uma das coisas que me fez sempre espécie no Jardim Zoológico é a forma como os animais parecem ser objetos quando há uma grande quantidade de pessoas a olhar para as mesmas espécies. Felizmente, para eles, que têm melhores condições de vida, porque o pai ainda se lembra de quando tudo era apenas em jaulas e pronto toca a andar. Felizmente que mudaram isso.

IMG_0642.JPG

Adorei estar ao lado das zebras e adorei ver leopardos e felizmente ainda consegui ver alguns tigres acordados, o que para mim já foi uma grande vitória. Adorei a zona dos leões, mesmo que grande parte quem estava cá foram eram as leoas. No total, estavam três leoas cá fora e havia um leão apenas que estava deitado na sombra agarrado a uma das fêmeas a dormir (nem se quer dava para tirar fotografia de tal forma que estavam embrenhados um no outro).

IMG_0825.JPG

Os elefantes são outros animais que eu gostei bastante de ver especialmente porque, como a mana mais velha diz, eles também sempre como uma família e eu adoro sempre passar montes de tempo ao lado dos elefantes e ver a forma como eles estão sempre. Adorei vê-los e a melhor parte daquilo tudo era que eles estavam mesmo ao lado das girafas!

IMG_0760.JPG

Quando estive lá, acho que aquilo foi mesmo a esgotar as fotografias que ainda conseguiria tirar. Elas são tão lindas! E finalmente entendi realmente como é que a girafa acabou por morrer depois de ter caído naquele acidente que passou várias vezes durante algum tempo. Quando eu tinha ido em 2014, o terreno das girafas era totalmente liso portanto não havia problema nenhum para as girafas e também, mais rapidamente elas chegariam às árvores e às pessoas (também, o pescoço delas ajuda bastante). Acontece que agora eles colocaram aquilo que parece uma vala entre o terreno das girafas e a cerca que acaba por separar elas de nós, humanos. Ora, automaticamente naquele acidente é normal que quando ela quis tentar alcançar a comida que o senhor ou senhora estava a dar (independentemente de ser correto ou não o seu ato) ela acabou por cair e com aquela queda, graças àquela vale, a pobrezinha acabou por não resistir. Tentando esquecer isso, ainda estou feliz por ter estado lá e ainda conseguir tirar fotografias à querida da girafa bebé!

No final, quando estávamos já para ir embora acabamos por ir ao teleférico ver a vista total do Jardim Zoológico e foi uma grande experiência. A Pipa acabou por ir com o pai, para ver se ela pelo menos controlava o seu medo por alturas e etc; a mana mais velha acabou por ir com a melhor amiga e eu fui com a mãe. Foi uma experiência fantástica e ainda conseguimos ver uma pantera! Quando a vi, quase que guinchava no teleférico! Eu apenas pensava no Baguera no filme do Livro da Selva da Disney! É tão linda que eu nem sei, a sério! Ela é mesmo qualquer coisa coisa. 

Não estava o dia propriamente com muito sol, tanto que até estava para chover naquele fim-de-semana, mas felizmente houve tréguas, tanto para este nosso passeio como também para o meu aniversário e conseguimos safar-nos da chuva e como tal acabou por ser bastante proveitoso, especialmente porque não havia assim tanto sol para que nós acabássemos por ar ao ar livro. Ou seja, nada de ovo estrelado no alcatrão.

IMG_0783.JPG

Um dos pontos altos, acabou também por ser a exibição dos golfinhos que foi muito fofa e querida. Sempre gostei de golfinhos desde pequena, muito possivelmente porque é um dos animais favoritos da mãe e acabo sempre por sentir uma grande simpatia por eles. Gostei bastante do seu show e gosto sempre que a forma como eles são, parecem sempre que eles estão a rir. Eles são animais fantásticos, eu gosto imenso deles. Acho que foi um dos pontos altos também do nosso dia, assim como não podia faltar o leão marinho!

Cheguei a casa e não tinha assim muita fome, as sandes tinham ido todas e ainda aproveitamos um belo de um Cornetto Soft de morango no Jardim Zoológico e pela primeira vez comi-o num copo! Numa tinha comido daquela forma e de facto é mais prático e mais fácil, especialmente para mim que não me agrada nada a bolacha do gelados, geralmente. 

Entendo que os bilhetes sejam caros para conseguirem proporcionar uma melhor condição de vida aos próprios animais para eles se sentirem ainda mais no seu habitat natural do que estarem presos em jaulas, mesmo básicas, mas mesmo assim acaba por ser um tiro na carteira quando se vai em conjunto. Só apenas três pessoas, passa logo os 60€ é de facto algo horrível, mas mesmo assim eu entendo o porquê.

Não devo voltar lá já já já, muito possivelmente dali a quatro anos ou talvez menos, não sei. Depende sempre de como as coisas acabarem por estar, mas acho que irei primeiro ao Badoca Park.

IMG_9281.JPG

4 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.