Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

08
Mai18

Se eu soubesse realmente o que eu estava a fazer, então teria tido 20.

twilight_pr

Tenho uma cadeira que ando a agoirar desde o início do semestre que vai ser aquela que me vai deixar mesmo K.O e que me anda realmente a matar com tudo o que eu tenho de fazer e especialmente porque continuo demasiado perdida para conseguir entender na verdadeira conceção do que eu realmente tenho de fazer.

Passei o tempo a correr atrás da professora para fazer o teste fora de horas, porque na data eu tinha já outro teste marcado e não conseguia mesmo alterá-lo. No entanto, consegui por fim mudá-lo e fi-lo uma semana depois da data marcada, depois de andar, até mesmo antes do teste na data realmente marcada, atrás dela feita uma louca.

Assim sendo, uma semana depois acabei por fazer o teste. Totalmente diferente do que me tinha sido a dos outros e ainda tinha ficado sozinha durante duas horas, daquela forma tinha mesmo a concentração para conseguir fazer as duas perguntas da melhor forma.

Sempre que estudo vejo-me sempre a pensar que não estudo o suficiente, mesmo que o faça até altas horas durante dias a fio e parece que não consigo encaixar nada quando começo a desesperar como por exemplo nesta cadeira em especial. Aos poucos comecei mesmo a pensar que nunca iria conseguir tirar mais de 10 a todas as outras cadeiras, especialmente porque já não me conseguia sentir confiante. Comecei a sentir que a Pipa realmente conseguia tirar melhores notas, porque ela sim estudava... mesmo que eu estudasse ao mesmo ritmo que ela ou que fizéssemos noitadas juntas em relação às nossas próprias matérias.

Estava cansada e não sabia realmente o que fazer. Depois do teste desta cadeira em especial, acabei por continuar a achar que não iria ter boa nota, especialmente porque continuava a acreditar que não sabia nada de nada sobre aquilo que tinha sido dado, a não ser claro aquilo que eu tinha lido dos livros com especial atenção para a noção de espelho.

Hoje fui ao email da faculdade e reparei num ficheiro enviado a todas as pessoas da turma com as notas de turma. Ali estava a nota. Puxei para baixo em busca do meu nome e estava tão nervosa que acabei por me esquecer de fazer a procura pelo meu nome para ser mais rápido. Assim que o encontrei, percorri para a direita em busca da minha nota: ali estava ela. 18...

Eu tinha um 1 e o um 8 juntos. Tinha tirado num teste que para mim não era mais do que 10, um 18! Se eu soubesse o que eu realmente tinha andando a fazer durante aquele tempo eu teria tirado um 20 certamente, porque eu não consigo entender! Mas estou tão feliz que simplesmente quero aproveitar e saborear isto. Afinal os ataques histéricos acontecem e já está na hora de aprender que é normal achar-se que não se entende nada de nada do que se está a dar nas aulas.

2 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.