Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

22
Abr18

What I Saw #121

twilight_pr

Fantastic Beasts and Where to Find Them (2016)

Fantastic Beasts and where to find them.jpg

Quando saiu o filme fiquei um bocado cética, porque aparecia que buscar uma história referente ao mundo de feitiçaria que embeiçou o mundo era um bocado rebuscado ao ponto de parece que eram as próprias pessoas que simplesmente não conseguiam assimilar de facto de a saga do Harry Potter tinha terminado e que assim, tinham ido buscar outras histórias que foram mencionadas ao longo das histórias de uma forma muito subtil para fazer então mais uns quantos filmes, porque dessa forma então a pessoa iria exatamente sentir o que sentiu ao longo dos 10 anos que conviveu com os filmes do Harry Potter.

A melhor amiga da mana mais velha acabou ela mesma por ir ver o filme ao cinema na altura e tinha-me falado mesmo muito bem do filme, mas eu continuava sem saber o que realmente esperar dele e sinceramente não sabia se queria mesmo ver o filme. Não pelos atores, não... nada disso, era mesmo porque eu não sabia se não acabariam por estragar aquele mundo que tinha acompanhado exatamente o meu próprio mundo.

No entanto, no sábado passado, dia 14 de abril, a mana mais velha decidiu render-me ao filme sobre o mundo da magia da qual toda a gente quer fazer parte (eu incluída). A mana mais velha falou-me do filme durante toda a semana e durante a sexta-feira 13 ela acabou realmente por me convencer. Aquilo que eu não lhe tinha dito é que realmente todas as coisas que me estavam a deixar de pé atrás começaram a ir embora enquanto ela me dava uns quantos spoilers que eu queria saber. Entretanto, acho que aquilo que me rendeu mesmo para ver o filme foi mesmo a referência a feitiços que se houve em toda a história de Harry Potter, a referência ao nome Muggles, e ainda a Hogwarts e a Dumbledore. Acho que esses pequenos momentos acabam por interligar com a nossa história já conhecida e só dá realmente mais vontade de ver o filme, como se o rosto já não fosse importante.

O filme ao contrário dos filmes do Harry Potter que se passam em Inglaterra, este filme passa-se exatamente nos Estados Unidos da América. Posso já adiantar que o facto de ser passado num outro sítio que não propriamente Londres, Hogwarts e tal... foi muito estranho, porque acaba por ter um tipo de magia diferente que acabei por estar habituada ao longo dos anos a ver com os filmes do Harry Potter. No entanto, acho que acabou por tornar dessa forma único o próprio filme.

Os diversos personagens achei-os bastante interessantes e diferentes ao longo do tempo, acho que alguns foram mais explorados que outros e acho bastante interessante, tal como achei na própria saga do Harry Potter, a forma como os personagens não presentes acabam por ter uma importância tão grande. De facto, em relação a estes filmes são mesmo perfeitos para esses mesmos pormenores.

Continuo a amar os efeitos especiais porque de facto acho que ao longo dos anos as coisas ficam ainda melhores. Acho que as criaturas fantásticas são tão queridas e confesso que há sempre aquele que se acaba por gostar ainda mais e digo que o meu foi mesmo Picket, porque não consigo lidar com a sua fofura numa criatura tão pequena! 

Acho que aquilo que mais me abalou em questões de diferença foi realmente não ouvir os próprios feiticeiros a tratarem os humanos por Muggles, porque isso sim foi a parte mais estranha de todo o filme: em todo o filme eles tratam os nossos Muggles, por No-Maj. Acho que acabou por tirar exatamente aquela parte mística que tinha a palavra Muggle e isso acabou por me entristecer, porque Muggle é realmente a denominação que eu mais gosto! No entanto, fora isso acho que todo o filme me surpreendeu pela positiva.

A personagem do Newt interpretada pelo Eddie Redmayne, acho que foi uma grande personagem, adorei a sua prestação e a sua devoção para com as suas criaturas, porque elas sim sentiam-se seguras com ele e eu gostei imenso de ver o amor que ele nutria por ela e até os fascínios. Entretanto acho que o Eddie fez mesmo um belo trabalho porque tento imaginar o seu trabalho de contracenar com as criaturas e imagino que não tenha sido nada fácil, mas acho que ele fez mesmo um ótimo trabalho, eu gostei mesmo muito da sua prestação

A personagem da Katherine Waterson acabou por me irritar um bocado no início do filme, mas ao fim ao cabo acabei por entender na realidade os seus pontos de vista e acabei mesmo por gostar dela e ainda bem. Também adorei o personagem Jacob que foi interpretado por Dan Fogler porque ele sim foi um grande No-Maj, Muggle e que de facto nunca pensei ficar triste por ver alguém a esquecer-se do mundo da feitiçaria.

Acho que a personagem que eu queria ter visto mais era realmente a do Johnny Depp porque ele sendo o "mau" deste novo mundo, eu queria realmente ter visto mais dele, mas acho que para isso lá terei de ir ver o segundo que vai estrear já este ano. Sabem que eu tenho uma grande panca por vilões, mas acho que isso já se nota a léguas. E já que estamos a falar de "maus" eu não consigo lidar com o Ezra Miller, assim que o vi... pumba lá me veio à cabeça o seu papel enquanto Flash, no entanto, ele surpreendeu-me muito com o seu papel neste filme, de facto ele interpretou tão bem o seu papel que eu consegui mesmo sentir o que ele sentia ao longo do filme e eu fiquei mesmo muito sensibilizada.

É um bom regresso ao mundo da magia que eu própria quis fazer parte, mas que ninguém me deixou fazer parte, até que a mana mais velha me entregasse ela própria a minha carta de Hogwarts. E por falar em carta e em escolas, um dos melhores momentos que eu mais gostei do próprio filme foi mesmo quando a personagem de Eddie e a personagem de Katherine começaram a ver qual das escolas eram as melhores, a dela ou a dele e sem dúvida isso foi um grande momento do filme.

De facto, rendi-me mais uma vez a este mundo e mal posso esperar para o novo filme que estará para sair.

4 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.