Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

Attention

«I am the author of my life. Unfortunately, I am writing in pen and can not erase my mistakes.» - Bill Kaulitz

23
Out18

What I Saw #129

twilight_pr

It (2017)

It.jpg

Um dos pontos de ter visto este filme foi porque achava um tanto irracional da minha parte dizer que não gostava do palhaço e etc. Eu sei que não gosto de palhaços, mas este em especial do novo filme incomodava-me bastante! Como tal, eu queria entender este meu medo por palhaços que se estava a alastrar para palhaços que ainda por cima eu nem conhecia. 

Assim sendo, acabei por ir ver o filme. Contudo, foi o pior erro da minha vida! Então não é que decidi ver com a minha irmã este filme e ainda por cima à noite? Pois, o pior erro da minha vida. Quem é que no perfeito juízo decide ver um filme cujo palhaço é basicamente o protagonista e ainda por cima à noite?

As coisas acabam por ser em base em seis crianças que todas acabam por ter um grande medo e que tudo começa com o irmão mais novo de um deles, o Georgie. O Georgie que tinha desaparecido de repente e que tudo aponta que tenha morrido, contudo, como o seu irmão se sente culpado por ter ficado doente e de não ter podido sair de casa para brincar com o seu irmão naquele mesmo dia em que ele desapareceu.

Porém, o ponto principal é que Georgie na realidade não desapareceu. Ele foi atacado pelo demónio mascarada de palhaço: o Pennywise (até me dá arrepios escrever o seu nome). Pennywise fala com Georgie naquele mesmo da e acaba por atacá-lo e Georgie acaba por morrer.

Todos principais acabam porque todos os seis amigos acabam por se juntar por algum motivo, é verão e grande parte deles acaba por começar a aventura de descobrir mais sobre Georgie no verão. Contudo, tudo começa a ser demasiado macabro quando as coisas começam a ser mais estranhas devido a Pennywise que agora que está acordado, apenas anda a fazer desaparecer pessoas, especialmente crianças, e dessa forma ele quer ficar com os próprios seis, capturando-os pelos próprios medos.

O filme em termos do palhaço foi horrível. Foi o primeiro filme de terror que eu realmente senti um medo durante o filme, especialmente nas cenas mesmo do palhaço, porque ele sim foi a pior parte do filme. Agora sim posso dizer que o meu medo não é de todo irracional. Afinal, o Bill Skarsgard acaba ser um grande ator porque ele conseguiu mesmo deixar-me cheia de medo num filme de terror! Socoorro, só de pensar fico mesmo arrepiada.

As crianças/adolescentes foram mesmo um grande ponto do filme e que quero deixar bem assente que não são apenas crianças. Um dos porquês de Pennywise acabar por ir atrás das crianças é muito simples na realidade, mas na verdade é bastante complexo de pensar.

Todas as crianças durante o seu processo de desenvolvimento não têm quaisquer filtros tanto no que pensam e naquilo que eles precisam de pensar face aos standards que casa sociedade na qual estão inseridos e como tal as coisas são muito mais abertas e diferentes. Assim, todos os medos são recetíveis e portanto as crianças acreditam num maior leque de coisas do que neste momento.

Nesse ponto, acabamos por verificar através da casa assombrada, ou até mesmo da casa de banho cheia de sangue que apenas Beverly e os outros cinco poderiam ver, de resto, os adultos como o pai dela não poderia ver. Era tudo mesmo muito diferente. É quase como o Polar Express, o guiso dele apenas funcionavam nele e na irmã porque ambos acreditavam na magia e na inocência que estava por detrás do natal: algo que os pais não o faziam.

Nesse ponto de crianças sem filtro devido ao processo de formação e da sua própria identidade pessoal é bastante interessante; de resto, socorro!

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.